TOMAR – Coronavírus. Concelho regista 37 novas infeções em apenas três dias....

TOMAR – Coronavírus. Concelho regista 37 novas infeções em apenas três dias. É a pior fase dos últimos sete meses

Tomar está, nesta altura, a atravessar a pior fase dos últimos sete meses tendo em consideração este contexto de pandemia. Estão em causa os últimos três dias de avaliação por parte da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, que detetou mais 37 novos contágios. Perante estes indicadores, o território nabantino apresenta uma incidência cumulativa de 312,8, o que equivale por dizer que está em risco ‘elevado’ de propagação. Em termos práticos, Tomar tem, agora, 121 infeções em curso.

Eis a preocupante realidade do Médio Tejo:

O número de infeções diárias covid19 continua a aumentar no Médio Tejo. Nas recentes 24 horas, as autoridades de saúde detetaram mais 96 (!) contágios, dos quais 25 em Ourém, 24 em Abrantes, 15 no Entroncamento, 12 em Torres Novas, 11 em Tomar, sete em Vila Nova da Barquinha e um em Alcanena e Ferreira do Zêzere, agora num total regional de 17119, dos quais 985 estão em curso. O número de altas continua cifrado nas 15748. Há a lamentar 407 mortes associadas a esta doença.

Perante este recente boletim da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, Torres Novas continua como o concelho com maior número de infeções ativas, num total de 243, seguindo-se Ourém, com 211, e Entroncamento, com 176.

Eis os dados atualizados desde o início da pandemia: Ourém (3978 infeções, 3675 recuperações e 91 óbitos. 211 infeções ativas), Tomar (3136 casos, com 2956 recuperados e 58 óbitos. 121 infeções ativas), Torres Novas (2801 casos, 2488 recuperações e 66 mortes. 243 infeções ativas), Abrantes (2013 infetados, 1861 estão curados e 71 mortes. 81 infeções ativas), Entroncamento (1700 infeções, 1498 recuperados e 25 mortes. 176 infeções ativas), Alcanena (1310 casos, 1238 recuperações e 42 vítimas mortais. 30 infeções ativas), Ferreira do Zêzere (723 casos, 676 dos quais já recuperados e 18 vítimas mortais. 29 infeções ativas), Mação (522 infeções, 505 recuperados e 17 óbitos. Não tem infeções ativas), Vila Nova da Barquinha (428 casos, 371 dos quais dados como curados e 10 mortes. 47 infeções ativas), Constância (276 infeções, 255 das quais já recuperadas e quatro mortes. 17 infeções ativas) e Sardoal (233 casos e 225 recuperados e cinco óbitos. Três infeções ativas).