SERTÃ – Obras de conservação e construção. Município revitaliza pontes

SERTÃ – Obras de conservação e construção. Município revitaliza pontes

A Câmara Municipal da Sertã tem vindo a desenvolver, por todo o concelho, diversos trabalhos de conservação e valorização em pontes edificadas. Neste momento, decorre também a construção de um pontão na freguesia do Troviscal. A lista de obras efetuadas incluiu, por exemplo, a ponte pedonal de madeira, que liga o Jardim da Cerrada à Alameda da Carvalha, na Sertã, que recebeu recentemente trabalhos de conservação em toda a sua estrutura. Na envolvente à ponte, foi também feita a substituição parcial do deck de madeira. Por seu lado, a Ponte Romana da Cova do Moinho, que atravessa a Ribeira da Tamolha, na União de Freguesias de Cumeada e Marmeleiro, foi outra das estruturas intervencionadas. Neste caso, têm decorrido trabalhos de recuperação e beneficiação, nomeadamente no que respeita à reconstrução das guardas laterais da ponte, e outros trabalhos de conservação. Dada a sua importância histórica e comunitária e por se tratar de uma ponte romana que em tempos idos foi a principal ligação entre as freguesias da Cumeada e Marmeleiro, esta obra foi efetuada, por administração direta, pela Câmara Municipal da Sertã e teve como principal objetivo evitar a degradação da estrutura e proteger o património edificado. Posteriormente, o pavimento será alvo de melhoria. Já na ribeira do Escaldado (afluente da Ribeira da Sertã), mais precisamente na ponte que liga o Faval (freguesia do Troviscal – concelho da Sertã) ao Vale de Souto (concelho de Oleiros), o Município da Sertã procedeu ultimamente a trabalhos de desassoreamento a montante e a jusante desta estrutura, sendo que o Município de Oleiros está a realizar trabalhos de recuperação do açude existente. Entretanto, está a ser executada a construção de um pontão, desejado há mais de 50 anos pelos moradores, que permitirá a travessia da Ribeira do Escaldado entre as localidades de Vilões (freguesia do Troviscal – concelho da Sertã) e Moutinhosa (concelho de Oleiros). Até agora, esta travessia só era possível a pé através de duas vigas de ferro que ligavam as margens da referida ribeira. Com conclusão agendada para o final deste ano, a construção deste pontão resulta do trabalho conjunto desenvolvido pelos municípios da Sertã e de Oleiros. O Município da Sertã realiza os trabalhos relacionados com a construção dos encontros do pontão, enquanto que a edilidade oleirense irá adquirir o tabuleiro que será assente nos referidos encontros.

SEM COMENTÁRIOS