OURÉM – Coronavírus. Setenta utentes entregues a cinco voluntárias no Lar Santa...

OURÉM – Coronavírus. Setenta utentes entregues a cinco voluntárias no Lar Santa Beatriz da Silva. Presidente da União Distrital das IPSS não escondeu críticas

A forma como se está a lidar com o impacto do COVID-19 no Lar Santa Beatriz da Silva, em Fátima, concelho de Ourém, motivou críticas de Eduardo Mourinha, presidente da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Santarém. Em declarações prestadas à nossa redação, o dirigente deixou um apelo para que «quem de direito» possa «zelar pelo bem-estar dos utentes», cerca de setenta, entregues, agora, aos cuidados de cerca de cinco funcionárias, nomeadamente irmãs da Congregação das Irmãs Concepcionistas. Recorde-se que um dos idosos testou positivo ao coronavírus, o que desencadeou uma onda de receio dentro daquela estrutura. As funcionárias e os utentes têm sido testados – não com a rapidez que se impunha – sendo que as trabalhadoras já foram mesmo para as respectivas casas. Eduardo Mourinha diz não compreender como se pôde tomar semelhante decisão sem saber se as mesmas estariam, ou não, infectadas

SEM COMENTÁRIOS