MÉDIO TEJO – TAGUS com candidaturas abertas para apoiar investimentos nas explorações...

MÉDIO TEJO – TAGUS com candidaturas abertas para apoiar investimentos nas explorações agrícolas no Ribatejo Interior

A TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior tem disponíveis 170 mil euros, até 3 de abril, para apoiar projetos para implementar em Abrantes, Constância e Sardoal, que se insiram na medida do PDR2020 “Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola”. Estes apoios são destinados a investimentos, que promovam a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores e que contribuam para o processo de modernização e de capacitação das empresas do sector agrícola. Este é já o quarto aviso que ao Grupo de Ação Local abre nesta medida, no âmbito do Desenvolvimento Local de Base Comunitária Rural (DLBC Rural), do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR2020) e através Portugal 2020, e cofinanciado pelo Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER). E deverá ser o último, visto que “2020 é o ano finalização dos períodos de receção de candidaturas neste quadro comunitário”, mostrando-se “uma excelente oportunidade para os pequenos agricultores darem seguimento às suas ideias de negócio e complementarem o seu rendimento familiar”, salienta Conceição Pereira, técnica coordenadora da TAGUS. São priorizadas as candidaturas relacionadas com o olival, produtos biológicos, frutos vermelhos e hortofrutícolas. Também, pontuam mais, os pedidos que incorporem novas tecnologias, equipamentos, produtos ou processos comparados aos existentes. O apoio, nesta medida, é de 50 por cento das despesas elegíveis para investimentos até aos 40 mil euros. São elegíveis despesas relacionadas com construção e melhoramento, nomeadamente, na preparação de terrenos, em edifícios e outras construções diretamente ligados às atividades a desenvolver, adaptação de instalações, plantações plurianuais, instalação de pastagens permanentes; instalação ou modernização de sistemas de rega. Os apoios nesta operação, também, permitem a a compra ou locação novas máquinas e equipamentos, incluindo equipamentos de prevenção contra roubos; equipamentos de transporte internam, de movimentação de cargas e as caixas e paletes com duração de vida superior a um ano; e equipamentos, visando a valorização dos subprodutos e resíduos da atividade. Permite, ainda, investimentos na eficiência energética e energias renováveis, software aplicacional, propriedade industrial, diagnósticos, auditorias, planos de marketing e branding e estudos de viabilidade, acompanhamento, projetos de arquitetura e engenharia. Esta operação, no território da TAGUS, começou com uma dotação 350 mil euros, tendo sido reforçada, devido à importância que representa na dinâmica do Ribatejo Interior, representando 25 por cento das verbas que este Grupo de Ação Local tem disponíveis por via do FEADER. Atualmente tem 32 candidaturas aprovadas, que comprometem mais de 340 mil euros, o que indica um investimento na região de 700 mil euros, apenas através dos “Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola”. Para mais informação e consulta dos avisos e da legislação em vigor, deve ir ao sítio na Internet da TAGUS (em www.tagus-ri.pt) ou do PDR2020 (em www.pdr-2020.pt).