MÉDIO TEJO – Onda criminosa sem fim. Abrantes, Tomar e Ourém voltaram...

MÉDIO TEJO – Onda criminosa sem fim. Abrantes, Tomar e Ourém voltaram a sofrer com incêndios nocturnos

A noite desta quarta, madrugada de quinta-feira voltou a demonstrar que a região do Médio Tejo está a ser assolada por uma onda criminosa no que à prática de incêndios diz respeito. Foram quatro ignições que surgiram em horários anormais, o que demonstra que houve mão-humana que, nesta fase, mesmo que negligente não deixa de ser um crime punido por Lei. Este “ciclo” começou no concelho de Tomar, precisamente na Junceira pelas 20h45; seguiu-se a Lagoa do Furadouro, em Ourém, pelas 22h25, e ainda Rio de Moinhos e Amoreira, pelas 1h26 e 1h39, respectivamente. Felizmente que estes fogos não assumiram proporções relevantes. Mas fica, uma vez mais, o aviso. Este preocupante aviso…

SEM COMENTÁRIOS