MÉDIO TEJO – Coronavírus relega prevenção de outras patologias para segundo plano....

MÉDIO TEJO – Coronavírus relega prevenção de outras patologias para segundo plano. Há dificuldades na realização de exames, mesmo aqueles com carácter de urgência

Algumas pessoas, residentes na região do Médio Tejo, têm sido confrontadas com inesperadas dificuldades na realização de exames, desde TAC’s a mamografias, sem esquecer as radiografias, para além de outras formas de diagnóstico. Até mesmo as prescrições médicas com carácter de urgência são calendarizadas para início de Maio… na melhor das hipóteses. E tudo isto se justifica com a fase de pandemia em que nos encontramos, pandemia essa que tem relegado a prevenção de outras patologias para segundo plano. Por aquilo que a nossa redação apurou, no que ao Centro Hospitalar do Médio Tejo diz respeito, por exemplo, estes serviços de diagnóstico estão, agora, centrados em Torres Novas, sendo que quem necessitar de realizar algum exame terá que se dirigir à referida unidade hospitalar ou, então, enviar a prescrição médica para o e-mail geral@chmt.min-saude.pt, “receita” essa que será analisada pelos serviços, sendo que o diagnóstico é marcado consoante o grau de urgência. De resto, entidades como a Affidea, em Tomar, ou o Hospital de São João Baptista, no Entroncamento, não estão, nesta altura, a realizar os referidos exames, nem mesmo aqueles associados, então, ao carácter de urgência. Para já, ainda por aquilo que a nossa redacção apurou, apenas a Econova, de Torres Novas, estará a aceitar marcações para os próximos dias mas também aqui, como se compreende, para as situações prioritárias.

SEM COMENTÁRIOS