MÉDIO TEJO – Associação de Saúde Mental continua a aguardar pela autorização...

MÉDIO TEJO – Associação de Saúde Mental continua a aguardar pela autorização para avançar para a resposta domiciliária

A Associação de Saúde Mental do Médio Tejo continua a aguardar, há mais de um ano, a publicação, em Diário da República, do Despacho que autoriza o funcionamento da equipa de resposta domiciliária. A Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. (ACSS), Instituto Público, criado em 2007 e integrado na administração indireta do Estado, com autonomia administrativa e financeira, que executa as orientações do Ministério da Saúde, deu o seu parecer positivo à equipa em Julho de 2018 mas, desde então, o processo não avança. Rute Galvão, que preside à Associação de Saúde Mental do Médio Tejo, lembra que as respostas aos doentes de saúde mental na região não são muitas e situações como esta limitam ainda mais a intervenção.