LEZÍRIA DO TEJO – CIMLT cria fundo de 270 mil euros para...

LEZÍRIA DO TEJO – CIMLT cria fundo de 270 mil euros para combate à Covid 19

Face à atual situação de emergência que se vive no combate ao vírus COVID-19, o Conselho Intermunicipal da Lezíria do Tejo, reunido no dia 26 de março de 2020, criou um fundo de 270 mil euros para o combate à COVID-19. Com esse fundo pretende-se constituir na CIMLT uma reserva estratégica de apoio aos municípios e região, de máscaras FFP 2 e fatos de proteção individual. Grande parte do fundo, cerca 225 mil euros, visa apoiar a aquisição de material médico para o Hospital Distrital de Santarém, designadamente a aquisição de 9 ventiladores para reforço dos que vão ser adquiridos pelo Hospital. O Conselho Intermunicipal deliberou também dedicar o Laboratório Móvel do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar da Lezíria do Tejo (PIICIE LT) à fabricação de máscaras de proteção, as quais serão oferecidas ao Hospital Distrital. Mais deliberou sobre a aquisição dos materiais necessários para o bom funcionamento da impressora 3D. De referir ainda que todos os municípios estão a implementar uma série de medidas para mitigar a situação, algumas das quais visam minimizar o impacto da situação na componente económica das famílias. Os municípios vão prosseguir com a desinfeção de espaços de utilização pública, principalmente dos locais de maior afluência, como sejam supermercados, bombas de combustível, bancos e multibancos, correios, centros de saúde e contentores de deposição de RSU. Em resposta ao pedido feito pelos ACES, os municípios vão diligenciar no sentido de encontrar voluntários para assistentes operacionais que possam realizar tarefas nas unidades de saúde que vão começar a realizar testes COVID. Por último, os municípios da Lezíria do Tejo apelam para que se intensifiquem os testes COVID 19 na região, com especial enfoque na realização de testes aos funcionários e utentes dos lares de idosos da região. Os municípios estão disponíveis para colaborar nesta matéria, desde que haja sempre o envolvimento da administração de saúde. Os municípios da Lezíria do Tejo continuam a apelar à população para o cumprimento integral das normas da DGS, agradecendo a todos a forma cívica como têm cumprido e compreendido a situação atual.