ABRANTES – Oliveira de Mouriscas tem 3350 anos. Vote para a eleger...

ABRANTES – Oliveira de Mouriscas tem 3350 anos. Vote para a eleger como a árvore europeia do ano

A Oliveira do Mouchão, em Mouriscas, é finalista ao concurso nacional que habilita a árvore portuguesa vencedora a concorrer à votação para a Árvore Europeia do Ano. A Câmara Municipal de Abrantes, entidade que indicou à organização do concurso a Oliveira mais antiga de Portugal, apela a todos os cidadãos que participem votando nesta árvore com mais de 3350 anos. A votação decorre até às até às 23h59 (hora portuguesa) do dia 01 de dezembro. A mesma só pode ser efetuada online através do link https://portugal.treeoftheyear.eu/Vote. De acordo com as regras de votação, elaboradas pela organização, cada pessoa só poderá votar uma vez, sendo que o votante seleciona duas árvores e confirma o voto com uma conta de e-mail válida. O voto é validado através do link recebido no e-mail. Se não validar o voto, este será considerado nulo. Não serão admitidos votos provenientes de contas de e-mail temporárias, robots ou outras fontes suspeitas. O Concurso Nacional Árvore de Ano é organizado pela União da Floresta Mediterrânica, organização de Produtores Florestais que representa os interesses dos produtores florestais do espaço mediterrânico português. Este ano, das 35 candidaturas recebidas, o júri constituído por António Bagão Félix (autor do livro Trinta árvores), Rui Queirós (ICNF – processos de classificação de Arvoredo de interesse público) e António Gonçalves Ferreira (presidente da UNAC), seleccionou as dez árvores que serão sujeitas a votação. Cada uma destas árvores tem uma história e neste concurso ela é valorizada, tendo em conta o papel que tem da comunidade onde se encontra. A apresentação pública dos resultados acontecerá no dia 2 de dezembro.